Conexão Filosofia

Esse é o Conexão Filosofia, um blog dinâmico que trará grandes contribuições, reflexões, discussões e conhecimentos filosóficos.


    FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Compartilhe

    Douglas Pereira Ires

    Mensagens : 4
    Data de inscrição : 16/03/2015
    Idade : 19

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Douglas Pereira Ires em Sab 14 Nov - 19:07

    kathleen camargo de lima escreveu:
    luan escreveu:Bom Jéssica, seu ponto de vista sobre felicidade eu não concordo muito bem, pois ao meu ver a felicidade esta em todo momento lugar, ou melhor em tudo. Basta buscarmos elas, através de nossas escolhas. No meu ponto de vista, eu sou feliz sempre que acordo, ao saber que tenho mais um dia ou horas, ou minutos, ou até mesmo segundos de vida. Acho que poucas pessoas dão valor a isso, a vida, ela é o bem mais precioso que temos e muitas vezes pessoas não dão o devido valor que ela tem. Meu dia pode acontecer diversas coisas, mais eu ainda estou feliz em enfrenta-los. E você também não acha isso? A felicidade não esta nos acontecimentos de nossas vidas, mas sim em mais um dia em que temos para enfrenta-los.


    Bom Maisa , o que foi dito especificamente é que mesmo em momentos tristes nos continuamos felizes, e de minha parte acredito que não é verdade ! Claro que ao levantarmos com saúde mais um dia é algo gratificante , a felicidade está com toda certeza em acontecimentos de nossas vidas, porém o que quero explicar é que quando algo muito ruim acontece com alguém ou algo ao seu redor , acho difícil o ser humano pensar coisas positivas da tal tragédia, então não a felicidade não é absoluta , sempre haverá um momento de recaída , pode ser o menor de todos mas haverá esse momento.

    Mas como você mesmo disse Jéssica, o ser humano é capaz de encontrar a felicidade em qualquer momento da sua vida, tanto que quando perdemos algo/alguém as pessoas vem nos animar, porque o ato da felicidade afasta qualquer mal que possa existir. Referente ao momento de recaída, ele acontece bem mais do que os momentos de felicidade, mas isso não importa quantas vezes o homem cai e sim como ele se levanta e quando nos levantamos é porque a felicidade tomou conta..[/quote]




    olá pessoas ,concordo com o caro colega ,quando ele diz que ,não concorda com o fato de que : mesmo quando estamos em momentos triste ,podemos esta felizes ;no meu ponto de vista ,não há lógica ,dizer que mesmo tristes podemos está felizes .vejo por mim mesma ,quando estou triste não estou feliz,há sim a possibilidade de "rir",mas isso não significa que aquela preocupação com aquele momento que a pessoa esta passando está esquecido ;pois ao se  lembra do momento que supostamente a pessoa se encontro ,  a pessoa ira continuar triste .(exemplo do cotidiano). para mim todo é questão de momento ,onde hoje podemos está felizes e amanhã ,podemos nós encontra em momentos difíceis ,nós quais iremos nós encontra tristes,por alguma situação ou motivo.[/quote]




    - Também apoio o pensamento do colega, não há felicidade no momento em que estamos tristes pois estamos em um estado de sofrimento e dor, mas podemos busca-lá e encontra-lá conseguindo ausentar todos os sentimentos ruins e desagradáveis buscando a hamonia

    J.Pedro

    Mensagens : 5
    Data de inscrição : 14/11/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por J.Pedro em Sab 14 Nov - 20:34

    Felicidade segundo epicurismo:  Para o filósofo Epicuro a felicidade só pode ser definida quando comparada com o desprazer. E o desprazer é sofrimento, é perturbação física e mental. Necessário então definir o prazer: “O prazer é a falta de dor e não pode ser confundido com o prazer físico carnal”.  Assim, devemos ainda considerar que o prazer físico deve ser comedido, pois ele pode causar dores.
    Felicidade segundo estoicismo: Para o estoico, é preciso estar em consonância com a natureza para atingir a sabedoria. Assim, faz-se necessário entender que o único bem que existe é a retidão da vontade e o único mal, o vício. O que não é nem virtude nem vício é indiferente. Assim, a doença, a morte, a pobreza, a escravidão, por exemplo, não são males, são indiferentes porque o sábio é, por definição, feliz, mesmo no sofrimento. O mau é sempre infeliz, uma vez que aflige a si próprio, pelo seu vício. A experiência estoica consiste na tomada de consciência da situação trágica do homem condicionado pelo destino. Assim, não estamos absolutamente entregues e sem defesa aos acidentes da vida, aos revezes da fortuna, nem à doença e à morte, mas temos, e nada nos pode tirar isso, a vontade de fazer o bem, a vontade de agir de acordo com a razão.
    Minha visão sobre felicidade: felicidade se tem quando podemos fazer o que queremos, sem machucar alguém, sem influenciar no bem estar social do outro, ou seja, fazermos boas ações para nós mesmos sem influenciar na sociedade.
    O Epicurismo e o Estoicismo se completam para a definição de felicidade dos filósofos.

    João Pedro Almeida, n°46 - 3°F
    avatar
    Janes A. Costa

    Mensagens : 6
    Data de inscrição : 15/03/2015
    Idade : 20

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Janes A. Costa em Sab 14 Nov - 20:34

    Caio Ferreira escreveu:A felicidade para o estoicismo,não é nada mas  e nada menos que eles consistia que  também em buscar o bem, isto é, a virtude e evitar o mal, ou seja, o vício. Bem e mal, portanto, são entendidas em um sentido puramente moral.




    Nome: Caio Ferreira da Silva
    N°06
    Série: 3°F - Tarde




    Não entendi muito o que você quis dizer com esta frase, para o estoicismos era importante se voltar para a vida eles preparavam seus seguidores para enfrentar as dificuldades da existência humana. Se preocupavam em viver bem para ter a prosperidade, não sei se foi isso que você quis dizer, mas é isso que eu sei sobre o assunto.

    Janes A. Costa 3ºF nº24 - Tarde
    avatar
    Janes A. Costa

    Mensagens : 6
    Data de inscrição : 15/03/2015
    Idade : 20

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Janes A. Costa em Sab 14 Nov - 20:41

    Tayna Galbiate escreveu:
    Antunes escreveu:O Epicurismo, é a felicidade ligada ao libertárismo, onde se acredita que nosso estado depende somente de nossas escolhas e o Estoicismo, como seu oposto, está ligado ao determinismo que se baseia nas vontades da natureza, destino e religiosidade.

    A felicidade é como Aristóteles defende em sua tese sobre o equilíbrio. Nós precisamos de equilíbrio para poder agir de acordo com o libertarismo, tendo nossa felicidade sem agredir a do próximo. Felicidade não é sorrir todos os dias de nossas vidas, precisamos também da tristeza, sorrir e chorar para ter sempre a sensação de estar vivo. Como foi citado no vídeo acima: "Felicidade não é uma vida livre de tristezas" e sim, ter controle sobre nossas escolhas para ter bons momentos, mesmo que momentâneos, para podermos assim em um dia de tristeza nos recordar e ganhar um sorriso.

    Podemos dar como exemplo de equilibrio um dia de stress, onde algo de ruim te aconteceu e então você para pra pensar o quanto isso irá interferir na sua vida, seja daqui à um mês ou dois dias, e na maioria das vezes você vai perceber que situações ruins são mais momentâneas que as boas.

    Logo, a felicidade está ligada ao bem estar com nós mesmos, sem rancores, preconceitos ou qualquer sentimento que nos desequilibre, totalmente independente de bem materias!


    Adorei seu comentário porque não vi ninguém até agora associar o Epicurismo ao libertarismo e o Estoicismo ao determinismo e eu penso da mesma forma e achei que era a única até me deparar com o seu comentário. Concordo também que precisamos de equilíbrio, onde nossa felicidade não pode agredir a do outro, e também acho que precisamos da tristeza, do choro, mesmo isso sendo ruim acho que é necessário.


    Super concordo com você, a felicidade esta ligada com a paz de espirito, se não estivermos em paz consigo mesmo, não estaremos felizes e a felicidade não prevalece, essa ligação de Epicurismo com libertarismo é super importante, são poucas as pessoas que conseguem fazer essa associação, devemos sempre estar equilibrados para passar um dia bom, porque quando isso acontece pode estar o mundo desabando que você sempre estará bem e feliz.

    J.Pedro

    Mensagens : 5
    Data de inscrição : 14/11/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por J.Pedro em Sab 14 Nov - 20:44

    Janes A. Costa escreveu:
    Caio Ferreira escreveu:A felicidade para o estoicismo,não é nada mas  e nada menos que eles consistia que  também em buscar o bem, isto é, a virtude e evitar o mal, ou seja, o vício. Bem e mal, portanto, são entendidas em um sentido puramente moral.




    Nome: Caio Ferreira da Silva
    N°06
    Série: 3°F - Tarde




    Não entendi muito o que você quis dizer com esta frase, para o estoicismos era importante se voltar para a vida eles preparavam seus seguidores para enfrentar as dificuldades da existência humana. Se preocupavam em viver bem para ter a prosperidade, não sei se foi isso que você quis dizer, mas é isso que eu sei sobre o assunto.

    Janes A. Costa 3ºF nº24 - Tarde


    Também não entendi muito bem a sua visão Caio, uma vez que utilizavam de seus conhecimentos para ''moldar'' as pessoas para enfrentarem o mundo com a felicidade. Concordo com a visão da Janes.
    João Pedro Almeida n°46 3°F

    J.Pedro

    Mensagens : 5
    Data de inscrição : 14/11/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por J.Pedro em Sab 14 Nov - 20:51

    guigil escreveu:Meu entendimento sobre epicurismo e estoicismo, são um tanto limitados, tenho como base apenas uma apostila e um pouco do que é falado em sala. Pois bem, foi tentar tratá-los da maneira mais simples possível, e ressaltar meu ponto de vista.
    Em minha mera opinião, tanto o epicurismo quanto o estoicismo caminham juntos para definir “felicidade”, por mais que um se trate de felicidade como algo satisfatório e o outro se trate de algo mais religioso, ambos procuram por fim o bem-estar do ser humano.
    Tudo bem que em alguns casos o bem-estar é apenas momentâneo, porém o indivíduo sem sente bem de qualquer forma. Logo, posso definir felicidade como o período em que algo bom (seja ele momentâneo ou não) aconteceu, ou acontece.
    Obs: Ser bom é relativo, por isso em alguns caso (no ato) o significado de felicidade pode variar. Basicamente o que é “Ser feliz” pra você pode não ser pra mim.

    Guilherme Gil
    Número: 21
    3°F - Tarde


    Concordo com você. O conceito de felicidade, e o ''ser feliz'' pode não ser o mesmo para as pessoas, no entanto, algumas pessoas tem o significado de felicidade bem explícito, condenando quem possui opiniões e jeitos diferentes de pensar e agir.
    João Pedro Almeida n°46 3°F
    avatar
    Janes A. Costa

    Mensagens : 6
    Data de inscrição : 15/03/2015
    Idade : 20

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Janes A. Costa em Sab 14 Nov - 21:00

    guigil escreveu:Meu entendimento sobre epicurismo e estoicismo, são um tanto limitados, tenho como base apenas uma apostila e um pouco do que é falado em sala. Pois bem, foi tentar tratá-los da maneira mais simples possível, e ressaltar meu ponto de vista.
    Em minha mera opinião, tanto o epicurismo quanto o estoicismo caminham juntos para definir “felicidade”, por mais que um se trate de felicidade como algo satisfatório e o outro se trate de algo mais religioso, ambos procuram por fim o bem-estar do ser humano.
    Tudo bem que em alguns casos o bem-estar é apenas momentâneo, porém o indivíduo sem sente bem de qualquer forma. Logo, posso definir felicidade como o período em que algo bom (seja ele momentâneo ou não) aconteceu, ou acontece.
    Obs: Ser bom é relativo, por isso em alguns caso (no ato) o significado de felicidade pode variar. Basicamente o que é “Ser feliz” pra você pode não ser pra mim.

    Guilherme Gil
    Número: 21
    3°F - Tarde


    Concordo com você Gil, esse negocio de felicidade é relativo, creio que para se ter a felicidade precisamos estar bem consigo mesmo, precisamos de paz de espirito para se ter a felicidade, o estoicismo e o epicurismo realmente andam de mãos dadas, não coisas relativas, mas se completam literalmente.

    naaahdiniz

    Mensagens : 2
    Data de inscrição : 03/11/2015

    nathalia diniz 3h noturno

    Mensagem por naaahdiniz em Sab 14 Nov - 21:13

    1) Analise e comente a filosofia do epicurismo e do estoicismo sobre a felicidade (presente na apostila no capítulo: A felicidade segundo o estoicismo e o epicurismo). Comente o ponto de vista dos filósofos e sua visão sobre felicidade.


    Concordo com o pensamento do guilherme gil do 3f, pois o epicurismo e o estoicismo eles andam juntos buscando felicidade.

    Ponto de vista filosófico , o filósofo Sócrates deu um novo rumo a felicidade dizendo que o homem não é só corpo mas também alma, dessa forma sendo feliz não só por prazeres do corpo. sendo a felicidade o bem da alma.

    Afinal o que é felicidade? felicidade na minha visão é quando conseguimos concluir algo ou fazer alguém feliz, afinal ser feliz sozinho é bom mas ser feliz com amigos é melhor ainda.
    avatar
    Janes A. Costa

    Mensagens : 6
    Data de inscrição : 15/03/2015
    Idade : 20

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Janes A. Costa em Sab 14 Nov - 21:18

    Epicuro dizia que felicidade é, essencialmente, ausência de dor. Para Epicuro, a felicidade é o prazer resultante da satisfação dos desejos, mas a felicidade é fundamentalmente prazer, pois para ele tudo no mundo é matéria e, no ser humano, sensação, inclusive a felicidade. Assim, ser feliz é sentir prazer.
    E segundo o filósofo Lawrence C. Becker (apud  IRVINE, 2009, p. 35),
    “A ética estoica é uma espécie de eudemonismo. Sua principal
    preocupação será sobre o que devemos fazer ou ser para viver bem, para prosperar”. Para os estoicos a vida de um homem boa e o que se deve fazer para atingi-la. Com isso a felicidade é viver bem. Para mim a felicidade é estar de bem consigo mesmo, é ter paz de espirito, o epicurismo e o estoicismo andam de mãos dadas, um completa o outro, por mais que as definições sejam distintas, ambos buscam a mesma coisa, a felicidade.

    Janes A. Costa
    Nº 24
    3ºF - Tarde

    Ágatha Omi

    Mensagens : 5
    Data de inscrição : 08/04/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Ágatha Omi em Sab 14 Nov - 21:18

    De acordo com estudos filosóficos, o conceito de felicidade não deve ser confundido como apenas uma satisfação de necessidades imediatas, muito comum em sociedades que excluem os desprovidos de bens materiais, e ainda ganham dinheiro com a manutenção desse estado de miséria. Segundo alguns filósofos, o sentimento de felicidade está além, de somente se ter condição essencial para sobrevivência. Pesquisas que tentam definir a felicidade, geralmente a mede em termos de saciedade, ou de forma consumista, quanto mais a pessoa consome mais é feliz. Para a filosofia essas são questões relevantes, porém não podem ser definitivas para limitar esse conceito tão mais amplo.
    Para a filosofia o conceito de felicidade pode ser mensurado, por outros parâmetros de vida, como o bom relacionamento da pessoa com familiares e amigos, a realização pessoal,ou ainda  a capacidade de conseguir interferir de forma positiva no meio em que vive. Para os filosófos nos conceitos de felicidade, pode estar contido um ritmo muito semelhante ao da vida humana que considera tudo como cíclico, ou seja, a pessoa sente sono e dorme, acorda, sente sono e dorme de novo. A felicidade ao contrário do consumo que é constante, vem de valores subjetivos que se acumulam e não são descartáveis como os afetos e as amizades na vida das pessoas. De acordo com algumas pessoas de orientação religiosa ou filosófica, a felicidade não pode ser comparada a satisfação, mas a pergunta que pode ser feita é se há possibilidade de estar feliz, sem se sentir satisfeito. Segundo estudiosos do tema, um fator primordial para equacionar esse problema seria conseguir realizar os desejos e as aspirações sem ter problemas financeiros, para poder pagar por tudo que necessitar. A complicação maior é quando a pessoa insiste em aumentar seu padrão econômico de maneira artificial, ou seja, contraindo dívidas que com certeza, não tera condições de pagar. Um exemplo dessa situação são pessoas que fazem grandes parcelamentos, para obterem o objeto de consumo, e conseguem manter-se num padrão social alto. Especialistas orientam que o indivíduo deve tentar aceitar sua realidade, que pode ser frustrante inicialmente, mas quando aprender a respeitar seu limite e economizar essa atitude certamente trará para a indivíduo, um sentimento maior de realização pessoal.

    Gustavo F. Rodrigues
    Convidado

    O que é a felicidade?

    Mensagem por Gustavo F. Rodrigues em Sab 14 Nov - 21:29

    Na visão Epicurista a felicidade pode ser caracterizada em momentos particulares ao longo de uma vida, para uma pessoa ser feliz tem de ser presente os sentimentos de satisfação e prazer. Também é característica do Epicurismo afirmar que só é possível a presença da felicidade com a ausência da dor. Não pode-se esquecer que o prazer da felicidade não é o mesmo prazer existente em, por exemplo, um ato sexual ou o consumo exagerado de algum entorpecente, e sim prazer satisfatório por exemplo, ao nos formarmos em uma faculdade ou receber uma efetivação no trabalho.
    Já o Estoicismo acredita que a sabedoria é essencial para a felicidade CONSTANTE por toda uma vida, para os estoicos os sábios são felizes durante suas vidas inteiras por que sabem como intervir ou interromper as situações de tristezas.
    Minha opinião quanto a FELICIDADE é Epicurista pois não existe ninguém que é feliz ou triste durante uma vida inteira.
    Very Happy


    Fórum – 4° Bimestre
    Nome: Gustavo Ferreira Rodrigues
    N°12 3° ano K
    Período Noturno
    Escola Estadual Nossa Senhora da Penha

    Ágatha Omi

    Mensagens : 5
    Data de inscrição : 08/04/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Ágatha Omi em Sab 14 Nov - 21:32

    Isabella Pires escreveu:
    Ágatha Omi escreveu:Epicuro acreditava que o maior bem era a procura de prazeres moderados de forma a atingir um estado de tranquilidade (ataraxia) e de libertação do medo, assim como a ausência de sofrimento corporal (aponia) através do conhecimento do funcionamento do mundo e da limitação dos desejos. A combinação desses dois estados constituiria a felicidade na sua forma mais elevada.
    Epicuro vê na filosofia o caminho para alcançar a felicidade, entendida como libertação das paixões. O valor da filosofia é, pois, puramente instrumental: o seu fim é a felicidade.
    Mediante a filosofia o homem liberta-se de todo o desejo inquieto e molesto; liberta-se também das opiniões irracionais e vãs e das perturbações que delas procedem.

    "Mediante a filosofia o homem liberta-se de todo o desejo inquieto e molesto; liberta-se também das opiniões irracionais e vãs e das perturbações que delas procedem." Mediante a você, como o homem liberta-se de todo o desejo inquieto e molesto; liberta-se das opiniões irracionais e vãs e das pertubações?

    "Se não estivéssemos perturbados pelo pensamento das coisas celestes e da morte e por não conhecermos os limites das dores e dos desejos, não teríamos necessidade da ciência da natureza" (Máximas capitais, 11). O valor da filosofia está, pois, inteiramente em dar ao homem um "quádruplo remédio":
    Libertar os homens do temor dos deuses, demonstrando que pela sua natureza feliz, não se ocupam das obras humanas.
    Libertar os homens do temor da morte, demonstrando que ela não é nada para o homem: "quando nós existimos, não existe a morte; quando a morte existe, não existimos nós" (Ep. a Men., 125).
    Demonstrar a acessibilidade do limite do prazer, isto é, o alcançar fácil do próprio prazer;
    Demonstrar a distância do limite do mal, isto é, a brevidade e a provisoriedade da dor."

    Ágatha Omi

    Mensagens : 5
    Data de inscrição : 08/04/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Ágatha Omi em Sab 14 Nov - 22:02

    Caio Ferreira escreveu:Para o estoicismo existem duas chaves para alcançar a verdadeira felicidade sem comprometer o destino divino ,primeiro: aceitar tudo que está em seu alcance e não querer o que não pode ter, pois isso causará sentimentos ruins como a tristeza e  descontentamento consigo mesmo;Segundo, se apegar ás coisas boas, procurar a virtude para ter uma vida plena em felicidade. E reprimir sentimentos "fortes" como a dor, paixão e tristeza, te deixará ainda mais próximo da felicidade e seu espirito longe das atribulações destes sentimentos.
    A vida do homem, poderá passar por "situações" desfavoráveis a ele, o destino que foi escolhido pelo divino tomou outras circunstancias,  como enfermidades e males a sua vida, então para os estoicos a solução seria um suicídio indolor para o descanso da alma.
    O prazer para Epicuro seria saciar a alma com moderação, ou seja, não exagerar no que se deseja, desfrutar somente o que precisa para obter o total prazer, pois querer muito prazer pode trazer consequências, danos.Segundo essa escola filosófica, ainda no assunto felicidade, o homem poderá ter dores e passar por atribulações durante a vida. o necessário seria lembrar das coisas boas para "cobrir" as coisas ruins, reviver o passado e trazer o que há de bom para o presente.
    Para Epicuro, há prazeres maus e violentos, decorrentes do vício e que são passageiros, provocando somente insatisfação e dor. Mas também há prazeres decorrentes da busca moderada da Felicidade.
    Obs: Enfim enquanto os epicuristas acreditam em viver a vida buscando o prazer e desfrutando na medida de todas as coisas, os estoicos não aceitam a interferência do homem em sua própria vida para não fugir dos planos de DEUS.                    





    Nome: Caio Ferreira da Silva
    N°06
    Série: 3°F - Tarde


    "O Estoicismo mais religioso, acredita que a felicidade vem da busca da harmonia entre Deus e a alma e viver de acordo com a natureza e a razão.
    O Sábio pode tirar coisas importantes destes ensinamentos, um deles é de que aquiloque traz apenas uma satisfação momentânea e individualista não é bom nem para mim, e também pede trazer problemas para a sociedede.
    Por exemplo: As drogas, as bebidas, o sexo sem compromisso, o consumo desmedido, o ciúme doentio, e outros tantos abusos e ecessos que cometemos podem tanto quebra esta harmonia do ser humano com Deus, como também, nos trazer dor e constrangimento.
    Ser feliz não tem uma fórmula magica, precisa ser busca a cada dia com sabedoria."

    Ágatha Omi

    Mensagens : 5
    Data de inscrição : 08/04/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Ágatha Omi em Sab 14 Nov - 22:05

    Andressa Pereira Silva escreveu:Sobre o estoicismo

    O estoicismo basicamente fala, sobre os momentos bons e maus, e de como o ser humano deve suporta-los, também diz que o ser humano sábio pode aguentar os momentos ruins do mesmo jeito  como tbm aproveita os bons.

    "Considera ser possível encontrar a felicidade desde que se viva em conformidade com as leis do destino que regem o mundo.
    · O Estoicismo era um sistema monístico, tratando o Universo como uma entidade única, em que Zeus ou o fogo ou a razão criadora se assumia como um aspeto desse mesmo Universo;
    · O Universo funciona de uma forma cíclica, tanto no crescimento como na sua queda;
    · O sábio devia conformar-se com a Natureza e não lutar contra ela;
    · Apologia da indiferença face aos bens materiais e defesa do seguimento das virtudes: discernimento, coragem, justiça e autodomínio;
    · O autodomínio permite a aceitação das ações do cosmo, do fatum e da morte inexorável;

    Gabriella Chaves

    Mensagens : 3
    Data de inscrição : 12/11/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Gabriella Chaves em Sab 14 Nov - 22:20

    Epicurismo é uma doutrina que presa pela busca do prazer de forma moderada.
    Epicuro acreditava que a filosofia era o melhor caminho para se alcançar essa felicidade tendo em vista que assim seria possível se libertar dos medos e aflições humanas.
    O prazer estaria ligada à vida do início ao fim e pode ser dívida em duas partes
    1. Prazer estável: se alcança com a ausência da dor, física e emocional
    2. Prazer da alegria e do gozo: situação que pode levar o homem a escravidão tanto carnal quanto sentimental, e gerando uma vida infeliz

    Gabriella Chaves
    N 45 Tarde - 3F

    Guilhermepxt

    Mensagens : 4
    Data de inscrição : 05/06/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Guilhermepxt em Sab 14 Nov - 23:04

    No Estoicismo, a felicidade depende muito do Destino, eles acreditam muito nisso, e se fizermos algo ao contrário dele seremos frustados na vida não teremos felicidade, além de buscar o bem, que seriam as virtudes e se afastar do mal, os vícios. Já no Epicurismo faz recomendações básicas e contrarias ao estoicismo, como não acreditar na sorte e nem no destino que segundo eles isso pode perturbar nossa alma, eles abordam também que você precisa deixar o medo da morte e afastar as falsas opiniões.
    Para mim a felicidade não está nos bens materiais, mas sim nos momentos que passamos com pessoas especiais, e esses momentos é o que nós guardamos para sempre.

    Caique P
    Convidado

    Fórum 4º Bimestre

    Mensagem por Caique P em Sab 14 Nov - 23:18

    Não concordo com o Ezequiel Miranda, pois não dependemos de nenhum objeto, um bem material para sermos felizes, ao só ter saúde a felicidade pode se encontrar, temos exemplos de pessoas que estão com problema de saúde e desejam sua vida antepassada, voltar a fazer oque fazia, mas tudo bem, poderão falar "E as outras pessoas que são bem de saúde, e não dão valor para o que tem neste momento, e sim para o material ?" Essas pessoas não ira dar valor agora, mas futuramente iram precisar do que não deram a minima importância.

    Caique Peterson  Cool
    Nº02
    3ºG-Tarde

    Geovana Macedo

    Mensagens : 4
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Geovana Macedo / 3F / numero 42

    Mensagem por Geovana Macedo em Sab 14 Nov - 23:19

    Bom, o primeiro vídeo fala sobre a filosofia e a felicidade explicando desde a Grécia antiga, a felicidade segundo Aristóteles vista como a máxima virtude. Diz sobre viver a vida de forma apaixonada, mas não em euforia. A felicidade está na simplicidade.
    Eu concordo plenamente com as coisas ditas no vídeo, pois tudo que é exagerado, tudo que é enfeitado demais não traz felicidade. Pode até trazer uma alegria momentânea, mas passará tão rápido quanto chegar. A felicidade é encontrada no essencial.
    O segundo vídeo eu entendi como uma clara crítica ao estoicismo, já que expõe os ideais dessa filosofia e aponta suas falhas, dizendo que felicidade e sabedoria absoluta não existe, e não sentir as perturbação causados por fatores externos é uma habilidade sobre humana.
    No vídeo as falhas dessa doutrina foram apontadas com perfeição e deu para entender muito bem todas as idéias contidas ali.
    O terceiro vídeo é uma musica sobre a felicidade, mas retratada através da visão epicurista, que ao contrário do que diz no vídeo sobre a filosofia estoica, você pode sim passar por momentos difíceis mas logo voltará a sorrir, "A FELICIDADE É SÓ QUESTÃO DE SER".

    Graziele
    Convidado

    Graziele Lins / n20 / 3F

    Mensagem por Graziele em Sab 14 Nov - 23:28

    O primeiro vídeo começa retratando a felicidade segundo Aristóteles, fazendo uma abordagem mais antiga sobre o assunto. Aborda a Eudaimonia, que seria um estado da alma, não sendo confundido com o prazer e a alegria, felicidade naquela época era considerada o melhor jeito de viver. Inclusive foi feita uma formula para a felicidade, felicidade é igual realidade menos expectativas. Acho uma fórmula muito interessante e que devemos levar para a nossa vida. Quando temos noção de nossa realidade não desejaremos algo que não podemos ter, e quando não criamos expectativas sobre algo, não nos preocupamos que algo que está no futuro, sendo assim mutável e tornando o sofrimento adiantado mais do que inútil. Uma simples forma de perturbação da nossa alma.
    O segundo vídeo explica o estoicismo e as falhas de sua doutrina. Mostra como os estoicos veem a sabedoria e a felicidade como algo absoluto, aquele que possui essas virtudes jamais deverá se deixar abalar por nada, porém se algo ruim acontecer com alguém que você ama, sendo você o mais sábio ou não, você sofrerá. Abster-se de sentimentos é uma habilidade inumana.

    Leonardo Cubells

    Mensagens : 5
    Data de inscrição : 12/04/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Leonardo Cubells em Sab 14 Nov - 23:34

    No Epicurismo a felicidade é sinonimo de algum desejo realidade,ou seja,você só se torna "feliz" quando tem aquilo que deseja,ou após ter feito algo que te satisfez.
    No Etoicismo a verdadeira felicidade é ter uma ligação entre "Deus e a terra",ou seja,deixar as coisas acontecerem,não tentar interromper algo,que no caso é o "Destino"
    avatar
    Katielly de Mello

    Mensagens : 4
    Data de inscrição : 07/04/2015
    Idade : 19

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Katielly de Mello em Sab 14 Nov - 23:36

    O Epicurismo trata de que o verdadeiro prazer se encontra nas satisfações das necessidades essências, como a amizade, liberdade e a reflexão, sendo assim o ser em que se satisfaz suas ações, ele é um ser feliz. Já o estoicismo, relata que a vida é uma aprendizagem baseada na virtude,trabalha em um modo de “aceitação”,o modo de  aceitar a natureza, aceitar o que acontece e nada desejar, onde o ser sábio e aquele que possui felicidade.
    Como em todas teorias, o tema dos estóicos e epicuristas tem seus pontos positivos e negativos.Os epicuristas trabalham muito com a questão de tudo é possível,com o poder de nossa vontade,porém nem sempre conseguimos fazer com que nossa vontade se satisfaça,pois em algumas circunstâncias elas podem se limitar.Os estóicos relatam que todos correm atrás da felicidade,mas não tem a capacidade de coquista-la.Por mais que nossas vontades se limitem,o que nos impede de sermos felizes é o comodismo,pois todos querem mudança,mas nem todos lutam por seus ideais.
    As pessoas confundem felicidade com prazer, embora ambas venha em busca da satisfação elas não são iguais, pois se fossem não seria duas palavras distintas. Felicidade é estar em paz consigo mesmo, foge de palavras fáceis ,é um sentimento nobre.Onde o sofrimento e a tristeza se ausenta, um tema muito abrangente, pois é complicado escrever sobre um sentimento tão intenso, pois cada um busca seu rumo,cada um tem seu modo de estar em paz, seria como uma meta em que você traçasse em sua vida a conquista-se, e desfrutar de seu triunfo,nem sempre se tratando de bens materiais,embora eles contribua em certa parte com a busca pela felicidade.

    Nome : Katielly de Mello
    Número : 27
    Série : 3°F cheers

    wellington
    Convidado

    Wellington Luiz 40 3F

    Mensagem por wellington em Sab 14 Nov - 23:36

    Os videos falam sobre a felicidade e como ela pode ser aplicada em cada uma das doutrinas filosóficas, ESTOICISMO E EPICURISMO.
    O primeiro tem uma abordagem menos crítica e mais explicativa sobre as questões que envolve a felicidade, buscando explicar desde a Grécia antiga e os ensinamentos de Aristóteles. O segundo vídeo tem uma abordagem mais crítica a respeito do estoicismos, mostrando as fraquezas desse ensinamento e como debater com essas idéias. O terceiro vídeo traz uma explicação através musica, mostrando como podemos ser felizes em um momento e em outro não, como podemos passar por coisas boas e coisas ruins e depois simplesmente seguir em frente. Diz que a felicidade é só questão de SER.
    avatar
    Rafaela Assis

    Mensagens : 6
    Data de inscrição : 11/03/2015
    Idade : 21
    Localização : Penha

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Rafaela Assis em Sab 14 Nov - 23:38

    Rafaela Assis 3k noturno numero 28


    Concordo com a visão do colega Igor. Felicidade não tem que vim de bens materiais e nem depender das outras pessoas, felicidade é a forma simples de demonstrar da melhor forma que estamos bem consigo mesmo! Minha forma de pensar em felicidade não é só vendo o agora e não planejando ela pro futuro, então preservo as coisas atual, pra mim a felicidade de uma forma bem resumida é termos saúde! O que seriamos sem saúde? Seriamos felizes se víssemos pessoas de nossas famílias doente, problemas etc Felicidade para mim é o agora, preservo mais o presente e não coisas que ainda poderão chegar a acontecer como a maioria das pessoas, como por exemplo "Serei feliz mesmo daqui há 2 anos porque vou conseguir comprar o meu carro", pessoas assim são hipócritas em se apegar em bens materiais e planejar a sua felicidade para o futuro. Rolling Eyes

    Bruna Rodrigues
    Convidado

    Bruna Rodrigues / nº43 / 3ºF

    Mensagem por Bruna Rodrigues em Sab 14 Nov - 23:42

    Os vídeos contém explicações sobre as filosofias abordadas nesse bimestre e criticas a essas. O vídeo mais explicativo pra mim foi o primeiro, que apesar de usar termos bastante novos pra mim, como o Eudaimonismo, soube representar bem o que é a felicidade e como ela pode ser encontrada nas coisas simples, como ela está em pequenos atos e não em exageros. Porém o segundo vídeo contém uma forte crítica ao estoicismo e sua filosofia baseada em sabedoria absoluta e razão divina. No terceiro podemos ver uma explicação simples a bastante compreensiva sobre o epicurismo, uma forma fácil e rápida de entender.

    Leonardo Cubells

    Mensagens : 5
    Data de inscrição : 12/04/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Leonardo Cubells em Sab 14 Nov - 23:45

    guigil escreveu:Meu entendimento sobre epicurismo e estoicismo, são um tanto limitados, tenho como base apenas uma apostila e um pouco do que é falado em sala. Pois bem, foi tentar tratá-los da maneira mais simples possível, e ressaltar meu ponto de vista.
    Em minha mera opinião, tanto o epicurismo quanto o estoicismo caminham juntos para definir “felicidade”, por mais que um se trate de felicidade como algo satisfatório e o outro se trate de algo mais religioso, ambos procuram por fim o bem-estar do ser humano.
    Tudo bem que em alguns casos o bem-estar é apenas momentâneo, porém o indivíduo sem sente bem de qualquer forma. Logo, posso definir felicidade como o período em que algo bom (seja ele momentâneo ou não) aconteceu, ou acontece.
    Obs: Ser bom é relativo, por isso em alguns caso (no ato) o significado de felicidade pode variar. Basicamente o que é “Ser feliz” pra você pode não ser pra mim.

    Guilherme Gil
    Número: 21
    3°F - Tarde

    Concordo com o que o meu caro Colega Guilherme Gil disse acima,pois essa "felicidade" pode varias de pessoa para pessoa,pois as vezes algumas pessoas se sentem felizes porque possuem muito dinheiro ou poder,mas da mesma forma tem pessoas que são felizes e agradecem todo dia por ter apenas um teto para dormir,uma comida para se alimentar,e assim continua.. e é um belo exemplo de como a felicidade pode varias de pessoa para pessoa,as vezes o que te faz feliz,não faz diferença nenhuma.

    Conteúdo patrocinado

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 24 Jul - 9:34