Conexão Filosofia

Esse é o Conexão Filosofia, um blog dinâmico que trará grandes contribuições, reflexões, discussões e conhecimentos filosóficos.


    FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Compartilhe

    thiago carvalho ribeiro

    Mensagens : 4
    Data de inscrição : 08/11/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por thiago carvalho ribeiro em Dom 8 Nov - 17:01

    Estoicismo é você ser feliz não importa como , não importa o modo que esta sua vida essa palavra se resumo em ser feliz haja o que houver
    Epicurismo fala que devemos aceitar as coisas como elas são , so assim seremos felizes Os epicuristas defendem a ataraxia, termo utilizado para mostrar a ausência da dor.

    Fórum – 4° Bimestre
    Nome:  THIAGO CARVALHO RIBEIRO
    N° 35 3° ano I
    Período Noturno
    Escola Estadual Nossa Senhora da PenHA

    Gabi Gomes
    Convidado

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Gabi Gomes em Dom 8 Nov - 17:36

    Jessica Mendes escreveu: Estoicismo é a felicidade absoluta não importa as circunstâncias diante de sua vida você deverá saber lidar com elas e será feliz haja o que houver. Epicurismo são momentos da vida em que presenciamos a felicidade como por exemplo a amizade , a família e entre outros. Na minha concepção acredito que a felicidade não está presente em todo momento de nosso cotidiano, mas em boa parte dele. Em nossa vida sempre haverá as recaídas, ocorridos que farão nossa alegria desaparecer com uma duração indefinida porém não eterna se soubermos lidar e superá-la, sendo de modo fácil ou difícil.

    Jessica, na verdade no Estoicismo assim como no Epicurismo, eles dão teorias e ideias que podem ou não funcionar, não da para dizer com toda certeza de que o estoicismo é a felicidade absoluta como você citou.
    Com relação a sua concepção de felicidade, concordo pois, realmente temos altos e baixos em nossas vidas, nos trazendo felicidades e tristezas.


    Nome: Gabriela Gomes dos Santos
    Nº: 09  Série: 3ºG

    Gabriel batista

    Mensagens : 3
    Data de inscrição : 12/03/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Gabriel batista em Dom 8 Nov - 19:26

    segunda o Etoicismo: a felicidade e uma coisa que você vai ser feliz não importa o que seja já com o Epicurismo :a felicidade vem de momentos do dia a dia, e sua alegria vai embora e depois vc a reconquista.
    Já minha analise de felicidade, vem da busca seria uma coisa utópica, uma vez que para ela existir, não poderia depender do mundo real, onde a pessoa pode ter experiências como o fracasso, portanto, o máximo que o ser humano poderia conseguir, seria uma felicidade parcial. A felicidade de momentânea nunca vai ser para sempre.
    Gabriel Barros Batista N°15 3°i
    avatar
    Gabriely Leal Silva

    Mensagens : 7
    Data de inscrição : 21/03/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Gabriely Leal Silva em Dom 8 Nov - 20:37

    A felicidade é um assunto complexo de ser tratado, pois muitas pessoas tem diversos pontos de vista sobre esse tema. É comprovado pela ciência, que quando estamos felizes o cérebro libera diversas reações químicas que nos proporciona a tal felicidade. Mas o que realmente é a felicidade? Como alcançamos a felicidade? Diversos filósofos estudaram esse tema, mas as teorias que mais se destacaram foram o Epicurismo e o Estoicismo.
    A filosofia do epicurismo, diz que a realização dos nossos desejos, nos proporciona prazer e nos traz a felicidade, mas a dor nos proporciona o contrário. Temos que buscar mais prazeres como estar com os amigos e a família em harmonia e evitar coisas que proporciona a tristeza. E eu concordo quando ele diz que a felicidade momentânea pode gerar uma dor duradoura, e uma das maiores provas disso é o vício. O viciado sente prazer, alegria, satisfação quando está realizando o seu prazer, porém quando acaba, vem a tristeza e fazendo com que o indivíduo sinta dor.
    A filosofia do estoicismo diz que independente de qualquer coisa, devemos ser felizes. Um dos principais filósofos do estoicismo foi o escravo Epíteto, e mesmo sendo escravo ele conseguiu ser feliz encarando aquilo que foi destinado a ele. Assim, o estoicismo mostra que devemos distinguir entre as coisas que podemos mudar e aquelas que não podemos mudar. Não podemos ficar tristes ou nos preocupar com coisas que não podemos mudar.
    avatar
    Gabriely Leal Silva

    Mensagens : 7
    Data de inscrição : 21/03/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Gabriely Leal Silva em Dom 8 Nov - 21:02

    Completando o comentário anterior sobre a filosofia estoicista, eles prezam pela natureza, pelo equilíbrio com Deus. Eles acreditam que a felicidade não está nas coisas momentâneas (igual o epicurismo), eles entendem que a felicidade está no equilíbrio da vida, aceitando a vida que temos igual ao filósofo e escravo Epíteto, como foi dito no comentário anterior.
    avatar
    Gabriely Leal Silva

    Mensagens : 7
    Data de inscrição : 21/03/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Gabriely Leal Silva em Dom 8 Nov - 21:13

    Gabriely Leal Silva escreveu:A felicidade é um assunto complexo de ser tratado, pois muitas pessoas tem diversos pontos de vista sobre esse tema. É comprovado pela ciência, que quando estamos felizes o cérebro libera diversas reações químicas que nos proporciona a tal felicidade. Mas o que realmente é a felicidade? Como alcançamos a felicidade? Diversos filósofos estudaram esse tema, mas as teorias que mais se destacaram foram o Epicurismo e o Estoicismo.
    A filosofia do epicurismo, diz que a realização dos nossos desejos, nos proporcionam prazer e nos traz a felicidade, mas a dor nos proporciona o contrário. Temos que buscar mais prazeres como estar com os amigos e a família em harmonia e evitar coisas que proporciona a tristeza. E eu concordo quando ele diz que a felicidade momentânea pode gerar uma dor duradoura, e uma das maiores provas disso é o vício. O viciado sente prazer, alegria, satisfação quando está realizando o seu prazer, porém quando acaba, vem a tristeza e fazendo com que o indivíduo sinta dor.
    A filosofia do estoicismo diz que independente de qualquer coisa, devemos ser felizes. Um dos principais filósofos do estoicismo foi o escravo Epíteto, e mesmo sendo escravo ele conseguiu ser feliz encarando aquilo que foi destinado a ele. Assim, o estoicismo mostra que devemos distinguir entre as coisas que podemos mudar e aquelas que não podemos mudar. Não podemos ficar tristes ou nos preocupar com coisas que não podemos mudar.
    avatar
    Isabella Frazão

    Mensagens : 4
    Data de inscrição : 08/11/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Isabella Frazão em Dom 8 Nov - 22:53

    O significado de felicidade é tão amplo que não pode ser resumido ao pensamento de uma única pessoa, considerando que cada um  de nós possuímos pensamentos e ideais diferentes. Logo, ao restringir os mesmos as definições epicuristas e estoicistas, não se pode incluir todos os aspectos voltados às avaliações pessoais. É claro que, estes ajudam na orientação de divisão e filtragem de ideias sobre a felicidade.
    Acredito que, a felicidade resume-se naquilo que torna a vida do indivíduo mais leve, de forma com que o satisfaça e não prejudique a vida do próximo também. Além disso, tudo em excesso pode ser prejudicial. Ser bem sucedido, realizar seus desejos e prazeres, entregar-se aos sentidos ou razões... existem diversos tópicos que podem despertar o sentimento de felicidade em alguém. Porém, tudo aquilo que é excessivo, também pode ser prejudicial. Logo, creio que a felicidade está entre a escassez e o excesso. Enquanto for suficiente para você e não invasiva para o próximo, de forma que atrapalhe uma sociedade, será uma felicidade saudável e sustentável.


    ISABELLA FRAZÃO;
    3 G;
    Número 13.
    avatar
    felipe.p.andrade

    Mensagens : 2
    Data de inscrição : 05/03/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por felipe.p.andrade em Dom 8 Nov - 23:43

    Como Sócrates citou "a vida não refletida não vale a pena ser vivida" esse lema naquela época em que o estoicismo se perguntava oque é a vida e qual a melhor forma de se viver, porém é de se acreditar que todos queremos ter uma vida feliz, mais na verdade a felicidade é momentânea é um simples momento de realização que nos dá um prazer de conquista.

    Felipe Pasqual de Andrade
    N12 - 3i-NOTURNO
    NOSSA SENHORA DA PENHA

    Gabi Gomes
    Convidado

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Gabi Gomes em Seg 9 Nov - 10:05

    Epicuro criador da escola filosófica epicurista, acreditava que todos poderiam ser felizes, porem sempre buscavam no lugar e do jeito errado, até porque, diferente da ideia capitalista que temos de que podemos ser felizes com bens materiais em grandes quantidades. Epicuro acreditava e seguia a vida com simplicidade e rodeado de amigos, ele mostra em seu pensamento, a importância de experimentar os prazeres da vida com moderação pois tudo o que nos obtemos em excesso nos trás consequências.
    O Estoicismo afirma que todo o universo é governado por um logos divino, e não devemos interferir no que nos é determinado, portanto devemos seguir uma vida em que procuremos evitar o mal e os desejos e vontades momentâneas.
    As duas teorias buscam de forma distinta a formula para a felicidade, podendo funcionar ou não. E é basicamente assim que procuramos nos manter satisfeitos e felizes com nossas vidas, tentando formulas ditas infalíveis, entretanto a felicidade é concedida a nos em certos momentos, assim como a tristeza, temos que busca-la sempre, mas tendo em mente que nem sempre ela estará conosco.


    Nome: Gabriela Gomes dos Santos
    nº: 9 Série: 3ºG

    kathleen camargo de lima

    Mensagens : 3
    Data de inscrição : 09/11/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por kathleen camargo de lima em Seg 9 Nov - 10:10

    Conceito de felicicade
    Felicidade é o estado de uma pessoa feliz, uma sensação de bem estar e contentamento, que pode ocorrer por diversos motivos. A felicidade é um momento durável de satisfação, onde o indivíduo se sente plenamente feliz e realizado, um momento onde não há nenhum tipo de sofrimento.
          A felicidade segundo Epicuro:segundo epicuro ,a felicidade é entendida como um movimento em direção a geração de mudanças. A cada vez que sentimos desconforto, desprazer, somos estimulados a buscar algo que nos faça voltar ao estado anterior que nos dava prazer. Essa busca pelo estado de tranquilidade anterior é a busca pela felicidade. É importante observar que somente quando sentimos o desconforto é que percebemos que estávamos felizes. Epicuro afirmou que o que buscamos para sermos felizes são: a ataraxia, ou seja, a ausência de perturbações e a aponia, a ausência de dores. ou seja a felicidade está dentro de cada um de nós ,e devemos busca lá em nosso interior.
      felicidade segundo Estoicismo:segundo um dos principais representantes do Estoicismo, (filosofo que foi ex escravo , epíteto);o que nos deixa felizes não são as coisas que temos, mas o significado que damos a elas. para o Estoicismo ,para que o ser humano alcançe a verdadeira felicidade, deve depender apenas de suas “virtudes”.Assim sendo,devemos observa-se que, segundo o epicurismo, para que se possa obter a felicidade é necessário que se viva com prazer, de forma tal que o ser humano deve ser obter o prazer sempre que possível. Smile



    kathleen camargo de lima n 21  3G tarde

    kathleen camargo de lima

    Mensagens : 3
    Data de inscrição : 09/11/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por kathleen camargo de lima em Seg 9 Nov - 10:29

    luan escreveu:Bom Jéssica, seu ponto de vista sobre felicidade eu não concordo muito bem, pois ao meu ver a felicidade esta em todo momento lugar, ou melhor em tudo. Basta buscarmos elas, através de nossas escolhas. No meu ponto de vista, eu sou feliz sempre que acordo, ao saber que tenho mais um dia ou horas, ou minutos, ou até mesmo segundos de vida. Acho que poucas pessoas dão valor a isso, a vida, ela é o bem mais precioso que temos e muitas vezes pessoas não dão o devido valor que ela tem. Meu dia pode acontecer diversas coisas, mais eu ainda estou feliz em enfrenta-los. E você também não acha isso? A felicidade não esta nos acontecimentos de nossas vidas, mas sim em mais um dia em que temos para enfrenta-los.


    Bom Maisa , o que foi dito especificamente é que mesmo em momentos tristes nos continuamos felizes, e de minha parte acredito que não é verdade ! Claro que ao levantarmos com saúde mais um dia é algo gratificante , a felicidade está com toda certeza em acontecimentos de nossas vidas, porém o que quero explicar é que quando algo muito ruim acontece com alguém ou algo ao seu redor , acho difícil o ser humano pensar coisas positivas da tal tragédia, então não a felicidade não é absoluta , sempre haverá um momento de recaída , pode ser o menor de todos mas haverá esse momento.[/quote]

    Mas como você mesmo disse Jéssica, o ser humano é capaz de encontrar a felicidade em qualquer momento da sua vida, tanto que quando perdemos algo/alguém as pessoas vem nos animar, porque o ato da felicidade afasta qualquer mal que possa existir. Referente ao momento de recaída, ele acontece bem mais do que os momentos de felicidade, mas isso não importa quantas vezes o homem cai e sim como ele se levanta e quando nos levantamos é porque a felicidade tomou conta..[/quote]




    olá pessoas ,concordo com o caro colega ,quando ele diz que ,não concorda com o fato de que : mesmo quando estamos em momentos triste ,podemos esta felizes ;no meu ponto de vista ,não há lógica ,dizer que mesmo tristes podemos está felizes .vejo por mim mesma ,quando estou triste não estou feliz,há sim a possibilidade de "rir",mas isso não significa que aquela preocupação com aquele momento que a pessoa esta passando está esquecido ;pois ao se  lembra do momento que supostamente a pessoa se encontro ,  a pessoa ira continuar triste .(exemplo do cotidiano). para mim todo é questão de momento ,onde hoje podemos está felizes e amanhã ,podemos nós encontra em momentos difíceis ,nós quais iremos nós encontra tristes,por alguma situação ou motivo.

    kathleen camargo de lima

    Mensagens : 3
    Data de inscrição : 09/11/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por kathleen camargo de lima em Seg 9 Nov - 10:44

    Lauranier h. escreveu:No texto '' O estoicismo e a felicidade como resignação '' fala que o entoicismo é se adequar a vontade do destino desejando aquilo que ele prepara para cada um . Esta frase me deixou muito intrigada pois adequar a vontade do destino é bem relativo , como iremos saber a vontade do destino ? por exemplo se estou desempregado é uma vontade do destino ? então não vou procurar um emprego pois a vontade do destino é eu continuar desempregada ... enfim passou muitas coisas pela minha cabeça quando li o texto
    a parte que fala: ''a felicidade também esta ligada a nossa capacidade de discernir entre as coisas que dependem de nos e as que não dependem '' eu concordo com essas frase no aspecto que não devemos se culpar por coisas que não estão no nosso alcance e que não podemos mudar como a morte de um parente por exemplo ,mas outros aspectos como se nascemos ricos ou enriquecemos rapidamente e nossa posição social na sociedade ,para min é sim uma coisa que podemos modificar , e que cada um deve ser tratar de uma maneira , para alguns não é importante enriquecer mas para outros é um meio de ser feliz que que pode ser alcançado , no meu conceito  não podemos continuar na  mesmice e buscar a alegria ou a felicidade da maneira que cada um acha melhor. cheers

    O Epicurismo me representa mais .
    Epicuro (341-270 a.C.), não só considerava sem sentido as angústias em relação à morte, como ria do destino e pregava que o sentido da vida era o prazer. Nascia o epicurismo.
     
    No epicurismo é dado 4 formulas para viver uma vida feliz , 1) Os deuses não devem ser temidos; 2) A morte não deve amedrontar; 3) O bem é fácil de ser obtido; 4) E o mal, fácil de suportar. Esses métodos é a busca da paz interior que é o que epicure ensina    , pois para min felicidade absoluta não existe pois somos seres que sempre buscamos mais, quando paramos de buscar a vida se torna sem sentido . Epicure fala também sobre  o prazer
    tranquilo  um prazer sereno e moderado, a palavra prazer hoje é muito ligada a coisas momentâneas que fazemos sem pensar muito , mas na verdade o prazer que epicure ensina mesmo sendo um pouco '' impossível ''pois todos nos hoje temos ambição hoje em dia ,devemos levar como lembrança que a vida não é só realizar desejos e pensar no futuro , a vida é agora. sunny






    olá lauranie ,concordo com o seu ponto de vista, até por na minha concepção não existe destino e sim o  livre arbítrio ,mas como o debate não é a respeito do livre arbítrio(não diretamente ),concordo com você  quando ,refere se a frase ;''a felicidade também esta ligada a nossa capacidade de discernir entre as coisas que dependem de nos e as que não dependem '';claro que devemos sim fazer a nossa parte ,mas há situações que não depende tanto da gente ,e sim uma questão de tempo .acredito também que a nossa felicidade depende de nós mesmos .

    Camila de Paula

    Mensagens : 4
    Data de inscrição : 19/10/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Camila de Paula em Seg 9 Nov - 11:57

    Os Estoicismo acreditava que para alcançar a verdadeira felicidade, era preciso se libertar de desejos e sentimentos externos, e também diziam, que o prazer não traria a felicidade e era inimigo dos sábios, e no auge das teorias e pensamentos estoicos sobre a felicidade, diziam que devemos seguir e aceitar o que é determinado por uma razão universal natural. O Epicurismo totalmente diferente das teorias estoicas acreditava que o prazer é uma importante forma de buscar a felicidade, quando usada de forma moderada, para poder conquistar a tranquilidade, felicidade e por fim a libertação dos medos. As duas formas de pensamento apesar da extrema distinção, tem a busca para a felicidade como prioridade, ambas tem suas teorias, e apesar do tempo em que foram discutidas, a busca para a verdadeira Felicidade é uma duvida universal, frequente e questionada até os dias atuais, até porque, não devemos esquecer que a Depressão é o mal do séc. XXI, portanto, é de extrema importância os pensamentos dessas duas escolas filosóficas, quando colocamos em discussão este tema, existem pessoas que tem plena certeza de que devemos respeitar o destino que nos é determinado por Deus e o Universo, sem ir atrás de desejos e vontades efêmeras, porém há quem esteja mais para o lado das teorias de Epicuro, e buscam uma vida com prazeres moderados. Contudo a quantidade de pessoas que pensam de formas diferentes e tem respostas distintas, nos mostra que para cada pensamento a uma resposta que é coerente a o que aprendemos desde muito cedo, de maneira que não se chega a uma conclusão ou formula infalível de ser feliz, pois para cada pessoa é de uma forma, e a felicidade não depende somente de acontecimentos externos, nem só de causas internas, ambas são um conjunto nos trazendo felicidades e tristezas durante toda nossas vidas.

    Nome:Camila de Paula Carolino da Silva
    Numero: 07 Série: 3ºF

    Beatriz Resende Alves

    Mensagens : 7
    Data de inscrição : 18/03/2015

    O que é felicidade?

    Mensagem por Beatriz Resende Alves em Seg 9 Nov - 14:39

    O que é felicidade? Felicidade é o estado de quem é feliz, uma sensação de bem estar e contentamento. Vivemos em uma sociedade em que cada pessoa tem sua opinião sobre o que é felicidade, para alguns felicidade é ter bens materiais, é ser aquilo que a sociedade "impõe", por exemplo: o carro do ano, o tênis que está na moda. Ou seja, felicidade pra alguns é ter status. Não estou generalizando, mas na minha opinião várias pessoas seguem o padrão de vida que a mídia/sociedade impõe. E isso pra mim não é felicidade.
    Sobre os vídeos, vejo que cada um tem uma visão sobre o que seja felicidade, tanto é que no vídeo cada um interpreta a felicidade de um modo próprio, mas no final todos concordam.
    Em relação ao epicurismo e ao estoicismo, tem grandes semelhanças, porém um é relacionado mais à prazeres carnais, que te traz a felicidade momentânea, o outro a poderes divinos, que para ser feliz é preciso ter influência na ética cristã. Nenhum passa de felicidade momentânea, já que não existe felicidade eterna.
    "Diversos filósofos estudaram e analisaram a felicidade. Para o grego Aristóteles, a felicidade diz respeito ao equlíbrio e harmonia praticando o bem; para o também grego, Epico, a felicidade ocorre através da satisfação dos desejos; Pirro de Élis também acreditava que a felicidade acontecia através da tranquilidade. Para o filósofo indiano Mahavira, a não violência era um importante aliado para atingir a felicidade plena.

    Os filósofos chineses também pesquisaram sobre a felicidade. Para Lao Tsé, a felicidade poderia ser atingida tendo como modelo a natureza. Já Confúcio acreditava na felicidade devido à harmonia entre as pessoas."

    Fonte: www.significados.com.br  Smile

    Nome: Beatriz Resende Alves
    Número: 03
    Série: 3ºK, noturno

    Andressa Pereira Silva

    Mensagens : 2
    Data de inscrição : 05/11/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Andressa Pereira Silva em Seg 9 Nov - 17:23

    Sobre o estoicismo

    O estoicismo basicamente fala, sobre os momentos bons e maus, e de como o ser humano deve suporta-los, também diz que o ser humano sábio pode aguentar os momentos ruins do mesmo jeito como tbm aproveita os bons.

    Caio Ferreira

    Mensagens : 7
    Data de inscrição : 20/03/2015
    Localização : São Paulo

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Caio Ferreira em Seg 9 Nov - 21:26

    Bom eu irei falar o que achei no meu ponto de vista dos três videos.

    2) A felicidade no sentido da  vida  ela não será o lucro com a vida ou aquilo que nós seres humanos ganhamos, ou pela a vontade de viver não será completamente o sentido. como algo que vem pronto mais sim o sentido que eu invento e o projeto da vida nos tem que mostrar-nos alguma coisa que significa viver.
    Felicidade é uma vibração intensa; momento que eu sinto a vida a felicidade não é constante, chegamos a pensar que o dinheiro compra a  felicidade, porém por um determinado momento, ou para determinadas coisas para sua. quanto custa sua felicidade, o que te faz feliz e do que importa para você em determinado momento de sua vida.
    Para o ser humano alcançar a verdadeira felicidade, deveria depender apenas de suas “virtudes” (ou seja, o conhecimento, de acordo com os ensinamentos de Sócrates), abdicando totalmente o “vício”, que é considerado para os estoicos um mal absoluto.

    Para a filosofia estoica, a paixão é considerada sempre má, e as emoções um vício da alma, seja o ódio, o amor ou a piedade. Os sentimentos externos tornariam o homem um ser irracional e não imparcial.
    Um verdadeiro sábio, segundo o estoicismo, não deveria sofrer de emoções externas, pois estas influenciariam em suas decisões e raciocínios.

    A felicidade não é uma sensação eterna, é um estado de êxtase, daqueles que se atingem nos momentos de extremo prazer.
    Estar feliz ou triste é um ir e vir. Apesar de difíceis, os processos de infelicidade também funcionam como um momento para amadurecer, pensar e repensar as atitudes, os projetos.

    "A felicidade não é algo que sucede, nem parece depender dos acontecimentos externos, mas mais de como os interpretamos (...) as pessoas que sabem controlar a sua experiência interna são capazes de determinar a qualidade das suas vidas."
    (Mihaly Csikszentmihaly)





    Nome: Caio Ferreira da Silva
    N°06
    Série: 3°F - Tarde
    avatar
    Gabriely Leal Silva

    Mensagens : 7
    Data de inscrição : 21/03/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Gabriely Leal Silva em Ter 10 Nov - 0:32

    No primeiro vídeo é citado que a felicidade é momentânea, ou seja, não vamos nos sentir felizes o tempo todo, haverá os momentos de tristeza também. O consumo, como dito no vídeo, traz uma felicidade sucinta, onde o nosso estado de felicidade não dura por muito tempo. Realmente não nos sustentamos com o pouco que gastamos e sempre queremos mais, e muitas vezes não compramos coisas porque elas nos trazem felicidade, mas simplesmente compramos por comprar, por gastar sem necessidade. Podemos ser felizes com pouco, compartilhando momentos com quem amamos e seguindo princípios em nossas vidas focando no que realmente é importante, tudo isso já é capaz de trazer a felicidade.
    avatar
    Gabriely Leal Silva

    Mensagens : 7
    Data de inscrição : 21/03/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Gabriely Leal Silva em Ter 10 Nov - 0:44

    Sobre o segundo vídeo, concordo que não podemos nos alegrar todo o tempo como diz a filosofia estoica, mas olhando por um outro lado, podemos sentir a felicidade com o que temos se pararmos para olhar cada momento que vivemos. Por mais que o dia não tenha terminado bem por algum acontecimento ruim, devemos pensar que antes de acontecer, nos sentíamos bem. Assim, podemos tentar alcançar a felicidade em boa parte do tempo, porém não constantemente.
    avatar
    Tayna Galbiate

    Mensagens : 7
    Data de inscrição : 19/03/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Tayna Galbiate em Ter 10 Nov - 2:48

    Felicidade... Nunca pensei que estudaria esse tema e confesso que tinha receio de estuda-lo pois me considero uma pessoa extremamente feliz e talvez estudando sobre felicidade eu achei que poderia perceber que minha felicidade é vaga, é momentânea e que eu talvez eu não fosse realmente feliz, mas felizmente nada disso aconteceu continuo me achando feliz, então vou apresentar minha visão sobre o Estoicismo e o Epicurismo.

    Estoicismo: O Estoicismo trabalha uma felicidade absolta em que você sendo sábio não se deixando escravizar pelas paixões ou coisas externas você é feliz em todos os momentos ou qualquer circunstancia. Onde todo o universo é governado por uma razão universal divina que ordena todas as coisas, então basta apenas aceitar o que nos acontece.
    Esse pensamento me lembra bastante a filosofia do determinismo onde tudo já nos é determinado basta apenas aceitar e viver.

    Não concordo com esse pensamento porque por mais que acredito em partes no determinismo, acho que não podemos ser felizes absolutamente, mas concordo que não devemos nos deixar escravizar pelas coisas externas, alias, não devemos nos deixar escravizar por nada ou nenhuma coisa. Acredito que se levarmos esse pensamento em conta vamos viver a vida de uma forma extremamente vaga, pouco preocupado com o que vai acontecer ou se vai acontecer, viver por viver sem expressar felicidade, tristeza etc.

    Epicurismo: O Epicurismo acredita em que devemos procurar a felicidade visando nossos prazeres (não em excesso) assim visando evitar as dores e perturbações que não trazem felicidade a ninguém. A felicidade se encontra no prazer e o verdadeiro prazer é encontrado na amizade, liberdade e reflexão.
    E no epicurismo consideram sem sentido os medos em relação à morte e ao destino.

    Concordo com esse pensamento mas acho que se ficarmos visando demais nossos prazeres podemos nos tornar seres egoístas. Acredito também que a felicidade está numa amizade verdadeira, na "liberdade" e na reflexão. E que devemos nos libertar das dores, dos medos e das perturbações porque muito dos nossos medos são sem sentido assim como o medo da morte não sabemos se vamos para algum lugar, não vamos sentir dor pois estaremos mortos, então pra que o medo?.

    Em relação aos vídeos são ótimos, ajudaram bastante na hora de explicar sobre o estoicismo e o epicurismo e nos acrescentam muitas coisas, concordo totalmente quando o Mario Cortella diz que muitas pessoas acham que felicidade é a posse de bens materiais, assim essa consumolatria acaba deixando as pessoas ansiosas achando que só podem ser felizes se possuirem bens, onde o dinheiro é fundamental mas ele em si não faz as pessoas felizes, dinheiro só compram as pessoas.  

    Felicidade - O Teatro Mágico

    Felicidade?
    Disse o mais tolo: "Felicidade não existe".
    O intelectual: "Não no sentido lato".
    O empresário: "Desde que haja lucro".
    O operário: "Sem emprego, nem pensar".
    O cientista: "Ainda será descoberta".
    O místico: "Está escrito nas estrelas".
    O político: "Poder".
    A igreja: "Sem tristeza, impossível. Amém".
    O poeta riu de todos, e, por alguns minutos, foi feliz.
    avatar
    Tayna Galbiate

    Mensagens : 7
    Data de inscrição : 19/03/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Tayna Galbiate em Ter 10 Nov - 2:53

    Ezequiel Miranda silva escreveu:A FELICIDADE
    Felicidade é, muitas vezes, vista, na atualidade, como satisfação de desejos, posse de bens materiais, reconhecimento  público ou um bom emprego.

    Ezequiel Miranda
    n 08
    serie 3k

    Concordo com você. Acho que a felicidade de cada um é individual, mas também acho que nossa felicidade devia estar em coisas naturais, em reconhecimentos nossos e não em bens materiais ou em desejos.

    Fernanda Carvalho

    Mensagens : 5
    Data de inscrição : 13/04/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Fernanda Carvalho em Ter 10 Nov - 10:55

    Gabriely Leal Silva escreveu:Sobre o segundo vídeo, concordo que não podemos nos alegrar todo o tempo como diz a filosofia estoica, mas olhando por um outro lado, podemos sentir a felicidade com o que temos se pararmos para olhar cada momento que vivemos. Por mais que o dia não tenha terminado bem por algum acontecimento ruim, devemos pensar que antes de acontecer, nos sentíamos bem. Assim, podemos tentar alcançar a felicidade em boa parte do tempo, porém não constantemente.

    Gabriely, complementando o que você disse de acordo com a minha opinião, acredito que nós podemos sim nos alegrar o tempo todo, conforme você citou, pois penso que o estado de felicidade do ser humano é constante, basta colocá-lo em prática este estado que já se encontra em nós e relacionarmos a tudo o que fazermos, seja por livre espontânea vontade ou não. Seria bem mais fácil viver a vida com menos pensamentos negativos, olhando o lado bom de tudo o que fazemos, e sendo um exemplo de uma pessoas que aplica a felicidade na maioria das coisas que faz.

    Nome: Fernanda Carvalho Moura
    Número: 42
    3K

    kauerodriguess

    Mensagens : 2
    Data de inscrição : 10/11/2015

    Kauê Rodrigues Gualtieri n º22 3ºH - Noturno

    Mensagem por kauerodriguess em Ter 10 Nov - 13:59

    Para os epicuristas a felicidade era o prazer contínuo, ou seja , estar sempre vivendo aquilo que gosta, aquilo que dá prazer, era sinal de felicidade, de ser uma feliz. Para o Epicuro, a presença do prazer era sinônimo de ausência de dor, ou de qualquer tipo de aflição como a fome, a abstenção sexual, o aborrecimento, entre outros.
    Para os estóicos, o fim supremo, o único bem do homem, não é o prazer, a felicidade, mas sim a virtude, não é concebida como necessária condição para alcançar a felicidade, e sim como sendo ela própria um bem imediato.
    Epicuro acreditava que o maior bem era a procura de prazeres moderados de forma a atingir um estado de tranquilidade, o que ele chamava de ataraxia, e delibertação do medo, assim como a ausência de sofrimento corporal através do conhecimento do mundo e da limitação dos desejos.

    luan

    Mensagens : 3
    Data de inscrição : 28/02/2015

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por luan em Ter 10 Nov - 20:32

    Felicidade é aquilo que nos da a sensação de satisfação, contentamento e bem estar.
    Nosso cérebro sabe fazer duas coisas: fugir ou lutar, construído no fundamento de sobreviver. Assim algumas pessoas vivem a vida feliz, porém de uma maneira fugitiva
    O que é ser feliz de uma maneira fugitiva? Por exemplo, algumas pessoas tem algum tipo de medo e ela acaba convivendo com o medo, não fazendo aquilo que o medo o sugere. Existem pessoas altamentes felizes, porém fogem de todas as circustancis que as deixam infelizes. A felicidade não consiste em ficar alegre o tempo inteiro, ela consiste em ficar triste em algumas partes para valorizar os momentos de alegria. O que faz parte do nosso processo de evolução, é que sejamos felizes de uma forma libertadora, assim nos libertamos do que nos torna infelizes, não precisar de certas coisas para sermos felizes. A felicidade pela felicidade não nos basta, temos que procurar a felicidade que liberta e não aquela que nos escraviza, é o prazer de buscar o sonho e não de conquistar o sonho, viver o processo de buscar ele.

    Caio Ferreira

    Mensagens : 7
    Data de inscrição : 20/03/2015
    Localização : São Paulo

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Caio Ferreira em Ter 10 Nov - 23:37

    [quote="Camila de Paula"]Os Estoicismo acreditava que para alcançar a verdadeira felicidade, era preciso se libertar de desejos e sentimentos externos, e também diziam, que o prazer não traria a felicidade e era inimigo dos sábios, e no auge das teorias e pensamentos estoicos sobre a felicidade, diziam que devemos seguir e aceitar o que é determinado por uma razão universal natural. O Epicurismo totalmente diferente das teorias estoicas acreditava que o prazer é uma importante forma de buscar a felicidade, quando usada de forma moderada, para poder conquistar a tranquilidade, felicidade e por fim a libertação dos medos. As duas formas de pensamento apesar da extrema distinção, tem a busca para a felicidade como prioridade, ambas tem suas teorias, e apesar do tempo em que foram discutidas, a busca para a verdadeira Felicidade é uma duvida universal, frequente e questionada até os dias atuais, até porque, não devemos esquecer que a Depressão é o mal do séc. XXI, portanto, é de extrema importância os pensamentos dessas duas escolas filosóficas, quando colocamos em discussão este tema, existem pessoas que tem plena certeza de que devemos respeitar o destino que nos é determinado por Deus e o Universo, sem ir atrás de desejos e vontades efêmeras, porém há quem esteja mais para o lado das teorias de Epicuro, e buscam uma vida com prazeres moderados. Contudo a quantidade de pessoas que pensam de formas diferentes e tem respostas distintas, nos mostra que para cada pensamento a uma resposta que é coerente a o que aprendemos desde muito cedo, de maneira que não se chega a uma conclusão ou formula infalível de ser feliz, pois para cada pessoa é de uma forma, e a felicidade não depende somente de acontecimentos externos, nem só de causas internas, ambas são um conjunto nos trazendo felicidades e tristezas durante toda nossas vidas.

    Nome: Camila de Paula Carolino da Silva
    Numero: 07     Série: 3ºF



    Camila concordo plenamente com  você ainda mais no começo que completou falando que a felicidade para os estoicos é alcançada pelo os desejos. Segundo os filósofos estoicos a felicidade é atingida quando o homem vive de acordo com a ordem cósmica e aceita o destino, Para eles, existe um princípio ativo ou inteligência racional que rege o mundo. Esse princípio, que eles denominavam Providência, é responsável pela predeterminação do destino de cada ser humano. Assim, a felicidade não depende apenas do homem, mas também da Providência. Para ser feliz, o homem tem que aceitar o seu destino e construir a sua felicidade sobre a ""brechinha de liberdade" que lhe permite querer apenas aquilo que depende dele.



    Nome: Caio Ferreira da Silva
    N°06
    Série: 3°F - Tarde

    Caio Ferreira

    Mensagens : 7
    Data de inscrição : 20/03/2015
    Localização : São Paulo

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Caio Ferreira em Qua 11 Nov - 11:47

    Gabriely Leal Silva escreveu:A felicidade é um assunto complexo de ser tratado, pois muitas pessoas tem diversos pontos de vista sobre esse tema. É comprovado pela ciência, que quando estamos felizes o cérebro libera diversas reações químicas que nos proporciona a tal felicidade. Mas o que realmente é a felicidade? Como alcançamos a felicidade? Diversos filósofos estudaram esse tema, mas as teorias que mais se destacaram foram o Epicurismo e o Estoicismo.
    A filosofia do epicurismo, diz que a realização dos nossos desejos, nos proporciona prazer e nos traz a felicidade, mas a dor nos proporciona o contrário. Temos que buscar mais prazeres como estar com os amigos e a família em harmonia e evitar coisas que proporciona a tristeza. E eu concordo quando ele diz que a felicidade momentânea pode gerar uma dor duradoura, e uma das maiores provas disso é o vício. O viciado sente prazer, alegria, satisfação quando está realizando o seu prazer, porém quando acaba, vem a tristeza e fazendo com que o indivíduo sinta dor.
    A filosofia do estoicismo diz que independente de qualquer coisa, devemos ser felizes. Um dos principais filósofos do estoicismo foi o escravo Epíteto, e mesmo sendo escravo ele conseguiu ser feliz encarando aquilo que foi destinado a ele. Assim, o estoicismo mostra que devemos distinguir entre as coisas que podemos mudar e aquelas que não podemos mudar. Não podemos ficar tristes ou nos preocupar com coisas que não podemos mudar.



    Bom complementando o seu comentário Gabriely as pessoas vê a felicidade como um meios de recursos por exemplo: O dinheiro não traz felicidade ao contrário ele nos traz infelicidade,
    Será que nós somos felizes? O que podermos para  alcançar a felicidades? Será que felicidade existe através da dificuldade? Bom deixo essas questões para nós refletimos  a respeito.

    As  nossas  vida é tipo um labirinto nos meios da circunstâncias que temos na vida, como para podermos ter a felicidade em nossa mãos. devermos abrir mãos de certas coisas, como devermos passar por várias coisas na vida, como passar por desafios, dificuldade e problemas que temos que enfrentar na vida.

    Para Epicuro, a felicidade é o prazer resultante da satisfação dos desejos, mas a felicidade é fundamentalmente prazer, pois para ele tudo no mundo é matéria e, no ser humano, sensação, inclusive a felicidade. Assim, ser feliz é sentir prazer.






    Nome: Caio Ferreira da Silva
    N° 06
    Série: 3°F - Tarde

    Conteúdo patrocinado

    Re: FÓRUM 3 ANO 4 BIMESTRE

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 26 Jun - 19:31